Produtos biológicos para soja movimentaram US$ 200 milhões

Produtos biológicos para soja movimentaram US$ 200 milhões

A comercialização de bioinsumos ou defensivos agrícolas biológicos para soja movimentou US$ 200 milhões na safra 2019-20, com crescimento de 30% na comparação ao ciclo anterior. Os dados são da sexta edição do estudo BIP Soja – Business Inteligence Panel, realizado anualmente pela consultoria Spark Inteligência Estratégica.

De acordo com o gerente de relações com clientes da Spark, engenheiro agrônomo Cristiano Limberger, 71% do montante total das vendas corresponderam a produtos para controle de pragas e doenças. Os inoculantes, empregados para fixação biológica de nitrogênio pela planta, atingiram 29% da comercialização.

Segundo a Spark, o BIP Soja 2019-20 contemplou mais de 3,5 mil entrevistas aplicadas na fronteira agrícola da oleaginosa, entre os meses de janeiro e maio deste ano. Limberger destaca que os biológicos vêm crescendo entre as preferências de manejo do produtor. Produtos específicos para nematoides, por exemplo, tiveram alta de 74% na comparação às últimas duas safras, para US$ 78 milhões. Em área tratada, o aumento foi de 79%, para 5,7 milhões de hectares.

Uma praga que incide sobretudo no Cerrado, o nematoide ataca à raiz da soja e, se não for controlado, causa perdas significativas às lavouras. “Biológicos também constituem ferramenta importante no MIP (manejo integrado de pragas) e transferem bons resultados agronômicos ao produtor, além de assegurar uma boa relação custo-benefício aos tratamentos”, diz o agrônomo.

Conforme Limberger, o aumento das vendas de bioinsumos também está relacionado ao manejo de resistência de pragas e doenças, prática que prevê o uso alternado de defensivos químicos e biológicos com diferentes modos de ação. “Os biológicos agregam bons resultados ao controle de ferrugem asiática, lagartas e percevejos.”

“Produtos biológicos contam com enorme potencial de crescimento.”, enfatiza Limberger. Ele lembra que a adoção dos defensivos biológicos atingiu 21% da área cultivada com a oleaginosa no Brasil, totalizando 11,6 milhões de hectares tratados.

Com informações: Grupo Cultivar

28 de janeiro de 2021

Artigo: Utilização da vinhaça com aplicação localizada nas linhas da cultura da cana-de-açúcar

A BIOTROP, por meio de formulação superior, possui diversos produtos para a eficaz aplicação na vinhaça localizada.

28 de janeiro de 2021

BIOTROP obtém aprovações para a agricultura orgânica

A empresa acaba de conquistar a certificação do IBD, maior certificadora de produtos orgânicos da América Latina para diversos produtos de seu portfólio.

28 de janeiro de 2021

BIOTROP conquista selo GPTW

Participando pela primeira vez em 2022, a Biotrop passa a ser certificada como um ótimo lugar para se trabalhar!

1 2 3 24