Dúvidas Frequentes

A BIOTROP possui equipe de vendas e distribuidores credenciados em todo o Brasil. Entre em contato, acessando este link.

Nossos produtos dispensam a necessidade de transporte refrigerado, bem como o empacotamento em caixas de isopor, além de não requerer armazenamento em ambientes climatizados nos clientes. Dessa forma, garantimos a concentração de células viáveis estampada nas embalagens, durante o prazo de validade, para armazenamento em ambiente protegido da incidência direta do sol, com temperaturas de até 30 °C. Alcançamos esse nível de segurança em nossos produtos por duas principais características:

  • Formulação composta por polímeros biológicos (Exopolissacarídeos) que protegem as células em diferentes condições de estresse;
  • Concentração celular significativamente maior que a garantia de registro do produto.

Temos trabalhos para caracterizar nossos inoculantes quanto à manutenção da viabilidade celular durante o armazenamento em sala com temperatura de 30 °C. Como podemos constatar na figura abaixo, mesmo após 1 armazenado à 30°C temos a concentração de 7,5E+09.

Estabilidade do inoculante Bradyrhizobium japonicum com 12 meses de armazenamento a 30º C.

Manejo Biológico é a adoção de práticas sustentáveis por meio da utilização de organismos benéficos no sistema de produção agrícola. 

Os organismos benéficos podem contribuir para a fixação biológica de Nitrogênio, promoção de crescimento de plantas, redução dos estresses abióticos e controle de pragas e doenças.

Quando há um desequilíbrio, os organismos patogênicos se proliferam e passam a causar danos às lavouras. O manejo biológico reverte esse quadro, reduzindo as perdas de produtividade, pois ao reintroduzir os microrganismos benéficos, ocorre o reequilíbrio da microbiota do solo e da planta. 

Com a adoção do manejo biológico os microrganismos benéficos passam a dominar a rizosfera, competindo por alimento e por espaço, produzindo substâncias, como por exemplo enzimas, e promovendo assim o crescimento das raízes, resultando consequentemente no incremento de produtividade.

BIOTROP possui portfólio com produtos voltados ao manejo biológico, que pode ser conferido aqui: https://biotrop.com.br/produtos/

A utilização de biológicos favorece a promoção de crescimento de plantas, devido a uma série de fatores:

  • fixação de nitrogênio;
  • mobilização de nutrientes;
  • produção ou estímulo da produção de fitormônios;
  • supressão de fitopatógenos;
  • indução de resistência da planta a patógenos;

Os principais resultados são o incremento da produtividade da lavoura e a adoção de um sistema produtivo mais sustentável.

O Manejo Biológico deve ser utilizado em todos os períodos do ano. Cada microrganismo tem uma característica e apresenta o melhor momento de utilização dentro do ciclo das culturas, podendo ser adicionado desde o tratamento de sementes, no sulco de semeadura, em aplicação foliares, em área total antes da semeadura ou após a colheita e até mesmo em culturas de cobertura. 

A utilização do Manejo Biológico em diferentes momentos e por anos consecutivos reestabelece o equilíbrio biológico do solo e resulta na melhoria progressiva dos parâmetros de qualidade do solo e da produtividade das culturas.

Sim. São diversos os trabalhos científicos realizados em instituições de pesquisas renomadas no Brasil e em outros países que demonstram a eficiência do Manejo Biológico nas culturas, seja no manejo de doenças de solo, controle de nematoides, aporte e aproveitamento de nutrientes e na promoção de crescimento de plantas.

Consulte algumas matérias relacionadas, abaixo:

Agrolink: Bactérias podem aumentar produtividade da cana

Portal do Agronegócio: Bactérias que barateiam produção de feijão são alternativa ecológica

Globo Rural: Nova tecnologia ajuda agricultores na adubação das lavouras

BIOTROP tem conduzido testes em campo em diferentes localidades, demonstrando o incremento em produtividade, quando utilizado os seus produtos.

Algumas amostras colhidas no plantio de soja, em 2019:

O Manejo biológico pode ser utilizado em diversos cultivos, sendo que os promotores de crescimento têm diferentes doses e modelos de aplicação para cada cultura (verificar a recomendação do fabricante), enquanto que os produtos com ação biofungicida, bioinseticida ou bionematicida são mais abrangentes, sendo recomendados para todas as culturas nas quais o alvo (doenças e pragas) ocorre.

Produtos biológicos para o controle de pragas e doenças durante o processo de registro são avaliados e aprovados pelo MAPA, ANVISA e IBAMA. A maioria dos produtos biológicos disponíveis no mercado não apresenta período de carência. 

Recomenda-se sempre consultar um engenheiro agrônomo para uma recomendação adequada às exigências de cada mercado.

Fale com a nossa equipe em campo, acessando aqui.

Efeitos diretamente no solo contemplam:

  • o equilíbrio da microrganismos do solo;
  • a fixação biológica de nitrogênio;
  • a mobilização de nutrientes;
  • a competição e supressão de microrganismos patogênicos;
  • além da agregação de partículas de solo com consequentes melhorias físicas.

Sim, os produtos biológicos podem e devem ser utilizados na agricultura orgânica. Muitos produtos dos produtos disponíveis para comercialização possuem registro via agricultura orgânica. Adicionalmente, diversos produtos são certificados para serem utilizados na agricultura orgânica, como por exemplo produtos certificados pelo IBD.

Para conferir a declaração de meio e cultura e agricultura orgânica dos nossos produtos, consulte-os no nosso aplicativo (Biotrop APP) disponível no Google Play e na Apple Store.

A maioria dos produtos biológicos apresenta incompatibilidade à grande parte dos agroquímicos mais utilizados. Entretanto, existem atualmente os produtos cuja tecnologia de formulação melhora a compatibilidade dos microrganismos com os produtos químicos. 

Alguns dos inoculantes da BIOTROP, como por exemplo o BIOTRIO, possuem esta tecnologia.

Os produtos biológicos utilizados como inoculantes são regulamentados seguindo a legislação Fertilizantes, podendo o produto ser registrado como fixador de Nitrogênio ou promotor de crescimento. 

Os produtos biológicos destinados ao controle de pragas e doenças, são regulamentados pela legislação de Agrotóxicos, sendo que o registro desses produtos é avaliado pelo MAPAIBAMA e ANVISA

O controle de qualidade é a etapa mais relevante durante o processo produtivo dos produtos biológicos. O controle de qualidade é realizado desde o início do processo fermentativo até o desempenho do produto no campo. 

Em cada etapa do processo produtivo, amostras são coletadas e são analisadas a concentração, a viabilidade e a presença de contaminantes. No caso da identificação de qualquer contaminante (microrganismo indesejado), todo o material é descartado. 

No produto formulado, análises são realizadas rotineiramente em cada lote. Realiza-se o armazenamento de contraprovas, a emissão de laudos por nosso laboratório credenciado e o acompanhamento próximo da equipe comercial para garantir a qualidade do produto no campo.